ANÁLISE SWOT – o guia DEFINITIVO!

Se você grava vídeos, pare agora!

Se você escreve artigos para blog, pare agora também!

E se você produz qualquer tipo de conteúdo para redes sociais e blogs: PARE!

Você precisa entender de algumas coisas antes de continuar nessa empreitada de influenciar pessoas através das suas redes sociais!

Primeiramente, quero perguntar uma coisa para você:

Para quem você está gravando? Para quem você faz as suas publicações?

Essa é uma pergunta que parece simples de ser respondida, mas, no fundo, corresponde a um dos maiores erros cometidos por um influenciador digital.

E quando definimos uma resposta definitiva para essa pergunta, o público muda, surgem novas tendências, e pode ser até que você se dê conta de que estava gravando vídeos para as pessoas erradas desde o início.

Como assim?

Bom, isso é tema para o próximo artigo que vou compartilhar com você no sábado! (Não perca!) 

Hoje, o que eu quero tratar com você é um assunto que eu já abordei em um vídeo, mas que é muito importante relembrar para que esse conhecimento volte a te ajudar e impulsione ainda mais o seu conteúdo: Análise SWOT.

Essa matriz permite que você explore o melhor do seu potencial para atingir a audiência.

Isso inclui saber suas vantagens competitivas no mercado, as suas fraquezas, as objeções que você pode enfrentar e também os seus pontos fortes.

A análise SWOT é capaz de fazer um diagnóstico da sua empresa em diversos fatores e, mais especificamente, descobrir se você está realmente preparado para levar sua mensagem adiante, da maneira correta, sabendo o que está fazendo e tendo os melhores insights para explorar!

A análise SWOT consiste em:

análise swot

De onde surgiu?

Sobre a história: a técnica de Análise SWOT foi criada na universidade de Stanford, em uma pesquisa elaborada por Albert Humphrey, entre as décadas de 1960 e 1970.


Qual é o significado da Sigla “SWOT”?

  • S – Strengths (forças)
  • W – Weaknessess (fraquezas)
  • O – Opportunities (oportunidades)
  • T – Threats (ameaças)

É importante você saber que esses quatro pontos de análise são divididos em duas categorias: fatores internos fatores externos.

Fatores internos: Forças e Fraquezas – que dependem exclusivamente de você;
Fatores externos: Ameaças e Oportunidades – que dependem de situações externas.

 

Forças

Análise swot - forças

 

Quais são as suas características consideradas como seu ponto forte? Ou quais são os pontos fortes da sua empresa?

Esses pontos devem ser qualidades que te dão forças! Que sejam capazes de te dar um diferencial diante de sua concorrência!

Alguns exemplos são: ter uma ótima estrutura interna, ter um conteúdo de qualidade, conhecimento do mercado, popularidade, carisma, capacidade de aplicar o que aprende, criatividade, credibilidade, ser uma pessoa de autoridade…

Entenda: são características suas!

Por que isso é importante?

A partir dessa análise, você consegue explorar ainda mais seus pontos fortes, de uma maneira que seu produto e conteúdo sejam autênticos e com melhor qualidade de produção. Além disso, novas ideias podem surgir!

 

Fraquezas

Análise swot - fraquezas

Internamente falando, quais são os pontos em que você não se considera tão bom assim?

Existem características que atrapalham o desempenho do seu produto, que atrapalham sua produtividade, que afetam a entrega de um conteúdo melhor para a audiência, dentre outros?

Alguns exemplos são: dificuldade em ser constante, falta de confiança, conhecimento raso, ter uma estrutura que não é tão boa assim, não ter uma equipe de suporte, falta de pontualidade…

Por que isso é importante?

Depois de identificar suas fraquezas, é possível traçar formas de melhorar nesses pontos específicos.

Ser alguém que se corrige em seus pontos negativos é ser alguém que pratica o aprimoramento constante – um dos grandes valores dessa geração!

E será que são essas fraquezas que impedem que você seja uma autoridade? Até você descobrir quais são essas fraquezas, elas ainda te impedirão de atingir um próximo nível.

Ameaças

análise swot - ameaças

Entramos agora nos fatores externos.

Esses fatores externos acontecem o tempo todo! Acontecem pelo fato de que não dependem de ações suas para deixarem de acontecer. Eu vou explicar:

Crise econômica, concorrentes falando da mesma coisa que você, as pessoas não compreenderem o que você tem a oferecer às vezes por ser técnico demais, estar inserido em um mercado mal visto…

Exemplos é o que não faltam!

E fazer essa pesquisa permite que você se prepare melhor para lidar com essas objeções. Isso também te ajudará a traçar estratégias para não ser pego de surpresa quando uma possível crise acontecer.

 

OportunidadesAnálise swot - oportunidades

 

Já as oportunidades são os fatores externos que existem para te favorecer.

Alguns exemplos de oportunidades: mercado de consumidores com crescimento potencial falta de conhecimento das pessoas sobre o assunto que você domina.

Esse último exemplo torna-se uma oportunidade quando você se aprimora nesse conhecimento que outras pessoas não possuem. Assim como um mercado que ninguém atende, ou então novos cursos que te dão um diferencial diante da concorrência.

As oportunidades são situações que estão acontecendo no mundo e que são positivas para o seu negócio!

Ao conhecer quais são essas oportunidades na Análise SWOT, é possível atingir um crescimento que dificilmente aconteceria na ausência dessa análise.

Tá, e como faço isso?

 Você não precisa de um grande software especializado em Análise SWOT ou coisas do tipo.

É necessário apenas ter disposição para pensar, de maneira profunda e direcionada! Com um olhar a fundo para dentro da própria empresa, sendo ela uma grande, média ou pequena empresa. Assim como uma análise pessoal se você é um influenciador que não tem uma equipe.

E se você tiver um sócio, líderes de equipes ou alguém que entenda e faça parte do seu negócio, ter a presença dela para ajudar a pensar permite que outras ideias acabem surgindo, contribuindo para uma análise SWOT mais rica de informações!

 

O que fazer com todas essas informações?

Tire os pequenos e grandes insights para o seu negócio e produção de conteúdo a partir dessas informações!

Combine exemplos:

  • Como resolver minhas fraquezas através das minhas oportunidades?
  • Como utilizar minhas forças para quebrar minhas objeções?
  • Como explorar as oportunidades do meu mercado com os meus pontos fortes?
  • Como minhas fraquezas são prejudiciais a ponto de intensificarem minhas ameaças?
  • Como superar minhas fraquezas através das minhas forças?
  • Como ter as oportunidades como aliadas para se preparar para as ameaças?

 

Análise SWOT Cruzada

Essas “combinações” nós podemos chamar de análise SWOT Cruzada, em que o cruzamento dos pontos de análise gera os seguintes conceitos:

  • Pontos fortes x Oportunidades – estratégia mais ofensiva/ataque que desenvolvem as vantagens competitivas, ganhando destaque e vitrine de crescimento.
  • Pontos fortes x Ameaças – estratégia de confronto que ataca as ameaças através dos pontos fortes da empresa/pessoa.
  • Pontos fracos x Oportunidades – é uma estratégia de reforço. Nessa estratégia, os pontos fracos devem ser reforçados/trabalhados para que não venham atrapalhar as oportunidades de crescimento e desenvolvimento, aproveitando melhor as oportunidades
  • Pontos fracos x Ameaças – nesse cruzamento, deve ser adotada uma estratégia defensiva. Essa estratégia serve para proteger a empresa de possíveis perdas, e também permite a análise das vulnerabilidades para amenizar as fraquezas e impactos das ameaças externas.

A Análise SWOT requer muita atenção para que seja bem-feita, pois é dessa análise que se criam pilares sólidos para que um negócio digital (ou não digital) alcance bons patamares!

 

Alguma dúvida sobre a Análise SWOT? Comente aqui nos comentários que eu vou te responder!

 

(E no sábado tem a parte 2 desse artigo! Vou te mostrar como é que se descobre onde é que o seu público está!)

Aguardo o seu comentário!

 

análise swot - até o próximo artigo

Conheça o Guia 7 Chaves para ser Reconhecido