Como contar a sua história de vida

Contar a nossa história de vida era para ser uma tarefa fácil e simples de ser feita, pois quem melhor que nós mesmos para relatar cada fato, cada assunto que já vivemos?

Mas não é bem isso o que acontece.

Nessa situação, nós nos embolamos em detalhes, traçamos uma linha do tempo na nossa cabeça que para nós faz algum sentido – mas para quem escuta, não – ou deixamos de falar coisas importantes e nos estendemos em fatos desnecessários…

Isso acontece com você?

Para empreendedores e influenciadores que vivem mais expostos, é muito importante saber como contar a sua própria história, pois esse detalhe acaba sendo de muito interesse para as pessoas que desejam saber de onde esse influenciador veio e para onde ele vai.

Sendo assim, é preciso saber quais são os pontos mais relevantes da sua história de vida para contar a alguém. Mas é muito normal ter esse tipo de dificuldade! Não é tão simples assim definir de tudo o que você já viveu na vida, o que é mais importante para os outros saberem.

O que é mais importante para você, você sabe! É de seu conhecimento tudo o que já passou, suas dores, realizações e delírios da sua história porém, nem tudo o que você acredita ser relevante para você também é relevante para o público, e o foco está em fazer essa seleção.

 

Qual é a parte da sua história que se conecta com seu público?

Qual é a parte da sua história que se conecta com seu público?Um dos pontos mais importantes para selecionar o que dizer ou deixar de contar sobre a sua história, é identificar quais fatos que você viveu se conecta com seu público.

E se você ainda não conhece seu público, leia esse artigo SEU CLIENTE IDEAL É UMA AGULHA e descubra quem é o seu AVATAR.

Conhecendo essa persona, o que você deve fazer é entender qual parte da sua história faz conexão com esse público.

Por exemplo, se você já viveu alguma situação que seu Avatar está vivendo e deu a volta por cima, o ponto importante da sua história a se contar é justamente a fase em que você viveu esses pontos negativos e quando você conseguiu dar a volta por cima.

É o tipo de vida que o seu avatar vive com o tipo de vida que ele pode ter se seguir as suas dicas.

 

Olhe para a imprensaOlhe para a imprensa para contar sua históriaSe você quer estar na mídia, é importante observar de quais tipos de conteúdo a imprensa gosta: Como eles contam uma história?

Se você assistir a alguma reportagem sobre algum empreendedor de sucesso, a jornada dele é retratada – na maioria das vezes –  com alguém que não tinha nada, que era  “pequeno”, e sua caminhada, escolhas e apostas o levaram ao status máximo de hoje.

Essas nuances presentes na história desse empreendedor gera um forte impacto e relevância na imprensa, para que outras pessoas busquem identificação, inspiração e motivação para chegar ao status conquistado por esse empreendedor de sucesso.

 

Pense antes em qual imagem que você quer passar para o seu público

Pense antes em qual imagem que você quer passar para o seu público ao contar essa históriaNão é porque histórias tristes vendem que você vai querer isso para a sua imagem, ou melhor, só contar histórias tristes e tragédias e focar a maior parte do seu tempo nesses detalhes.

Faz sentido contar para a imprensa ou para o seu público os pontos tristes da sua história? Ou é mais importante mostrar a sua superação diante das dificuldades?

Abordar essa superação, muitas vezes, têm muito mais efeito e sentido para o público, considerando que essa mensagem vai se conectar com, por exemplo, empreendedores que estão passando por seu pior momento, como uma falência, mas você é alguém que passou por isso e superou e pode ajudar a esses empreendedores a superar também.

Ao fazer isso, você dá visão para essas pessoas de que elas também podem reverter a mesma dificuldade que vivem porque você mostrou para elas que superou a mesma situação que estão passando.

Conte uma história que tenha autenticidade com a imagem que você quer transmitir!

Eu não tenho nenhuma vivência triste na minha vida então eu não tenho nenhuma história para contar”.

CLARO QUE TEM!

Sempre temos como contar nossa história, só precisamos seguir essa “receita”:

– Os pontos importantes e relevantes que se conectam com a audiência,

– As informações sobre sua trajetória que seriam interessantes para a imprensa,

– A imagem que quer transmitir para o seu público ao contar sua história.

 

E se você ainda tem alguma dúvida ou dificuldade de como contar a sua história, eu vou te apresentar duas técnicas de storytellig que podem te ajudar a sanar essa dúvida de vez:

 

 

Até o próximo artigo!