Negócio digital: como ganhar mais pelo mesmo serviço?

Se prepare: neste artigo você vai aprender melhor como ganhar mais na internet e valorizar o seu trabalho!

“Se você acha que custa caro um profissional, é porque não faz ideia de quanto custa um incompetente”, diz a frase compartilhada nas redes sociais. De autor desconhecido e com variações em sua construção, a afirmação mostra muito bem a importância de um trabalho bem-feito, e como ele dificilmente terá um custo barato. Podemos entender que esta frase vale para dois pontos de vista: o de quem contrata um serviço e o de quem o oferece.

É com base nisso que podemos nos questionar:

– Como precificar um serviço?

– Como fazer meu trabalho valer mais?

– Como ganhar mais dinheiro?

E junto com isso, quem sabe não passamos a valorizar um pouco mais os profissionais que contratamos! Afinal, se você achou que custou caro o serviço do encanador que contratou, tente imaginar o que seria se você tivesse tentado fazer o serviço com suas próprias mãos!

E se o encanador é um especialista que merece ser bem pago pelo serviço no qual se especializou, você também merece! Mas afinal, como fazer isso? Para entender melhor, precisamos passar por alguns tópicos.

“No mundo digital, você pode cobrar o preço que quiser”

Esta frase pode ser verdade, mas exige muita calma antes de ser levada à máxima potência. Enquanto o preço de commodities e produtos físicos off-line seguem parâmetros do mercado, um curso online ou um serviço digital pode ter valores muito altos ou muito baixos.

Afinal, quanto custa um treinamento de desenvolvimento pessoal na internet? Depende! Quanto custa a participação de um Youtuber muito famoso no seu canal? Também depende!

Depende, basicamente, do valor que você consegue gerar. E o valor que você consegue gerar depende muito do seu posicionamento. Por isso, quando dizemos que você pode cobrar o preço que quiser, é preciso ter em mente que:

– O valor do seu serviço precisa ser validado pelos outros

– Não dá para colocar o preço lá em cima e achar que vão comprar

– É possível fazer testes e aumentar (ou reduzir) preços quando necessário

– Quanto mais existirem serviços iguais ao seu, mais difícil será sustentar preços altos

O que considerar na hora de precificar seu produto e ganhar mais

Não importa qual seja o serviço que você oferece. Sessões de coaching individual, curso online, aulas individuais, clube de assinaturas, comunidade online, etc. Se você ainda não é um profissional tão reconhecido, se ainda está no começo, ou se não tem um diferencial no mercado, será difícil cobrar valores muito altos. Mas existem algumas atitudes que podem ser tomadas.

Diferencie-se:

Parece que a gente sempre fala sobre a mesma coisa por aqui, né? É que “Posicionamento” é realmente uma coisa muito importante! Encontre aquilo que só você faz, a maneira como você faz, o público para quem você vende. Existem muitas Coaches, mas existem poucas Coaches de Carreira, e menos Coaches de Carreira para Mulheres, e talvez não tenha nenhuma Coach de Carreira para Mulheres com mais de 60 anos!

Também existem muitos Professores de Inglês online. Mas talvez não tenha tantos professores de inglês para executivos. E certamente o mercado não deve ter muita oferta de professores de inglês para executivos de Engenharia.

Analise o seu público:

Qual a faixa de renda do seu avatar? Se você oferece um serviço a universitários, eles provavelmente não terão tanto dinheiro para investir, já que esta fase costuma ser mais escassa em questões financeiras! Se o seu trabalho é voltado para mães e pais de crianças, o valor deverá ser calculado considerando o gasto que as crianças demandam em uma família. Mas se o seu público-alvo é formado por empresários com faturamento alto, talvez um valor baixo possa até afastá-los, e preços mais altos não apenas vão garantir seu faturamento, como também vão atrair o público que você quer.

Crie outros produtos:

Quando estiver dentro das suas possibilidades, procure criar mais de um produto em um funil de vendas. Tendo em mente que o seu público-alvo será sempre o mesmo, procure pensar em um produto prévio para quem ainda não consegue adquirir o principal produto, o que geralmente é chamado de “downsell” no marketing, ou algo complementar ao produto principal, o que é chamado de “upsell”.

Valorizar o presencial:

Se o seu serviço prestado online também pode ser realizado de maneira off-line, procure valorizar a presença física no local. Muitos mentores e consultores, que também oferecem o serviço in loco nas empresas, acabam cometendo o erro de cobrar o mesmo valor. O ideal, neste momento, é cobrar preços mais altos para o que for presencial.

Torne-se um produto de referência:

Se o seu produto e o seu posicionamento não se destacam diante dos concorrentes, e com isso surgem pedidos de desconto ou comparações com ofertas similares, talvez seja o momento de se melhorar! Estudar, desenvolver novos métodos para o serviço prestado e melhorar-se a todo instante são formas de evitar a comparação! Revisar o posicionamento é algo sempre importante, também!

Entregue valor:

Você precisa garantir que o cliente receberá por aquilo que pagou. Se você quer que as pessoas paguem muito pelo seu serviço, então precisa entregar valor. Coloque-se no lugar do cliente: o que vai deixa-lo mais feliz? O que você pode fazer a mais por ele? Entregue mais do que prometeu, olhe para cada um dos clientes e gere o valor que eles merecem! Só assim você vai conseguir colecionar cases e depoimentos que vão te permitir aumentar os preços.

Confira um vídeo sobre o assunto, e depois é só botar a mão na massa para ganhar mais e aumentar o faturamento!

ASSISTA CLICANDO AQUI!