Close

15/09/2020

Mulher‌ ‌Empreendedora:‌ ‌6 ‌passos‌ ‌para‌ ‌você‌ ‌ocupar‌ ‌o‌ ‌seu‌ ‌espaço‌ ‌no‌ ‌mercado‌

 

O mundo dos negócios também é ocupado pela mulher empreendedora. Elas estão a cada dia que passa conquistando mais espaço no universo do empreendedorismo. 

 

Sim, as mulheres estão dominando absolutamente T-U-D-O! 

 

E, não é só em segmentos que até então eram considerados espaços onde só poderiam ser ocupados por mulheres. São DIVERSAS áreas e isso é incrivelmente lindo de se ver!

 

Mas é ainda mais incrível de viver… E eu também quero que você tenha essa oportunidade!

 

Pensando nisso, preparei para você um conteúdo com 6 passos para ocupar o seu espaço no mercado também. 

 

É muito importante que, com a mulher empreendedora ou que pensa em empreender, você entenda todo esse processo e tenha clareza do que será preciso fazer para chegar onde quer.

 

Então, vamos ao passo a passo que te possibilita ser uma grande mulher empreendedora?

6 ‌passos‌ ‌para‌ ‌você‌ ‌ocupar‌ ‌o‌ ‌seu‌ ‌espaço‌ ‌no‌ ‌mercado‌

O primeiro passo fundamental é você parar e fazer uma análise de onde está. Para entender em qual nível de mercado se encontra.

 

Isso significa que identificar seu nível de autoridade no mercado é um meio de saber qual o próximo passo ideal ao sucesso e quais estratégias usar para isso.

 

Conhece a Pirâmide da Autoridade? Ela mostra degraus de autoridade dentro do mercado, criada por Frank Kern, um dos mais bem sucedidos profissionais de internet marketing, reconhecido mundialmente.

 

Veja o nível de cada degrau da pirâmide e identifique o seu.

 

  • Generalista: é aquele com pouco conhecimento sobre grande quantidade de assuntos, mas não domina por inteiro nenhum tema. Não entende nada em profundidade a ponto de ser considerado um especialista, uma referência naquele tema.

 

  • Especialista: ele sabe muito sobre uma única coisa. Já tem um conhecimento aprofundado sobre uma área específica, estuda constantemente e domina um assunto. Sabe o que quer, dedica-se a área até ficar excelente nela.

 

  • Autoridade: no terceiro degrau está a autoridade no assunto. A pessoa já é uma especialista que ganhou o aval de instituições e figuras de credibilidade, que endossam o seu conteúdo.

 

  • Celebridade: nesse momento você já é reconhecido. No entanto, pode parecer aquela fama vazia. Afinal, é possível ser uma celebridade sem ser uma autoridade. Mas o grande ponto do sucesso é quando você consegue ser as duas coisas…

 

  • Celebridade e Autoridade: a marca tem audiência formada por fãs apaixonados, reconhecimento por pessoas públicas e celebridades importantes. Não precisa mais se apresentar, pois o nome chega primeiro e as oportunidades batem à porta.

 

Onde você está na Pirâmide da Autoridade? Faça esta análise. Será o norte para os próximos passos.

 

#2 – Propague aos quatro cantos do mundo o propósito da sua marca

 

Busque descobrir o que faz pulsar seu negócio. 

 

“Como, Nathana?”

 

Para isso vou te fazer pensar em algumas questões que são muito comuns para depois te ensinar a inverter esta lógica.

 

Quando te perguntam com o que você trabalha, provavelmente você responde o que faz dizendo que é dentista, personal trainer, advogada, médica, artesã, professora e assim por diante.

 

E, ao te perguntar como você faz, também poderá responder dizendo coisas como “eu faço massagem redutora”, “eu aplico botox”, “eu ensino sobre sedução”…

 

Basicamente, é o que todo mundo faz.

 

E, quase que raramente, você vai dizer porque você faz o que faz. 

 

É aqui que está a sacada! A ideia é exatamente inverter essa ótica. 

 

Você precisa começar pelo PORQUE se quiser realmente conectar as pessoas ao seu negócio, criar comunidade e trazer um público fiel a sua marca. 

 

Agora, depois dessa reflexão, você já parou pra pensar que precisaria dar um propósito maior ao seu negócio do que simplesmente o que já é óbvio? Pois é, P-R-E-C-I-S-A. E, já!

 

E mais do que isso: é fundamental você propagar (e muito) essa mensagem. Deixar bem claro ao seu cliente ou possível cliente o por que de trabalhar com o que trabalha. 

 

As pessoas gostam de entender esse tipo de coisa. É uma conexão que faz o cliente pensar que o dinheiro empregado a você, na troca do serviço ou produto, faz-se muito mais útil.

 

E claro, de fazer com que ele se conecte muito mais profundamente com o seu negócio!

 

#3 – Tenha um nicho para chamar de seu

 

Este é mais um passo super importante para que você, mulher empreendedora, conquiste o seu lugar no mercado.

 

É necessário alguns questionamentos iniciais bem básicos, antes de irmos mais além neste tópico.

 

Você pretende vender alimentos? Ou vai oferecer serviços de beleza? Esses são apenas dois exemplos dentro do que você pode escolher, se ainda não tem definido.

 

Pois, é a partir do que você vai oferecer ao seu cliente que poderemos começar a definir o nicho. 

 

Mas, calma. Vamos ir muito mais além do que simplesmente saber o que você vai vender.

 

Inicialmente, essa informação nos dá uma pequena direção da fatia do mercado para qual fará parte. Porém, você vai precisar ser mais específica se quiser ter muito domínio dentro do seu ramo.

 

Eu sei que seria ótimo você ser a dona da p*** toda, mas o mais inteligente é você ser dona de um pequeno povoado inicialmente. 

 

Por isso, precisamos pensar profundamente sobre este assunto. Primeiro porque demora muito pra você se tornar número 1, ser vista como uma referência, se você quiser “abraçar o mercado todo”.

 

Então a melhor estratégia de dominação de mercados está em você começar com um micro nicho e, assim, focar suas energias para ser muito reconhecida nesse ambiente. 

 

Um foco bem específico. Depois, você expande. Um passo de cada vez. 

 

Percebe a diferença? 

 

Pense! O que é mais fácil: ser a personal trainer número 1 do mundo ou ser a personal trainer número 1 para mães no pós-parto? 

 

É começando por um micro-nicho e dominando ele que você tem a chance de alcançar o topo. 

 

Você pode encontrar o seu micro-nicho dividindo o mercado em que você atua em partes menores. Como por exemplo: negócios > franquias > alimentação > quiosques populares. 

 

Neste caso, ao trabalhar com apenas franquias de quiosques populares, você tem um micro nicho de mercado. E torna muito mais fácil se tornar uma referência!

#4 – Seja uma marca diferente

 

Não podemos deixar de pensar no diferencial que a marca de uma mulher empreendedora precisa ter.

 

E, antes que você pense no seu atendimento… Já passamos da fase em que o atendimento ao cliente era um diferencial. Qualidade do produto ou serviço também não são mais diferenciais e muito menos equipe comprometida. 

 

O diferencial precisa ser algo único, que realmente só você tem. Algo inovador e pensado fora da caixa.

 

Três fatores de diferenciação que você pode usar no seu negócio:

 

  • Diferenciação por processo

 

É quando você cria uma forma de se fazer o trabalho diferente do que se faz no mercado, um processo único, uma metodologia própria que vem da sua própria experiência aliada a tudo o que você estudou.

 

Exemplos:

Q48 – método de HITT

Joana Medrado – Método de Drenagem Linfática

Autoridade Máxima – Método de Construção de Autoridade

 

  • Diferenciação por inovação

 

Se dá quando você realmente cria algo completamente diferente no mercado, um produto ou serviço que não existia anteriormente. Em geral, precisa ser algo difícil de ser copiado e muitas vezes é registrado/patenteado.

 

Exemplos:

Air Pods – Apple

Uber

Super Cooler – que gela bebida em 1 min

Técnica de tatuagem para cobrir estrias – tatuador RodolphoTorres

 

  • Diferenciação por personificação

 

Quando existe um líder que representa e se expõe à frente da marca e todo o trabalho está atrelado àquela personalidade. 

 

Exemplos:

Luiza Helena Trajano – Magazine Luiza

Anitta – à frente de muitas marcas e transformando seu nome em um grande negócio. 

Steve Jobs – Apple

 

Importante! Neste último, a marca pessoal tem que ser fortemente trabalhada, com ampla exposição (inclusive pessoal em vários momentos).

 

E, se possível, combine mais de um elemento de diferenciação, pois isso pode tornar a sua marca ainda mais forte.

 

#5 – Os seus valores compõem sua marca

 

Pense de que forma você pode fazer com que a sua audiência veja seu real valor, conhecimento e seus diferenciais.

 

Esta iniciativa vai ajudar a vender o seu produto/serviço e consequentemente ocupar um lugar de destaque no mercado. 

 

E, nada mais é do que pensar estrategicamente em como suas escolhas afetarão essa percepção do público sobre você. 

 

Claro que uma coisa é você falar ao seu público os seus valores, conhecimentos e diferenciais. Outra é, realmente transmitir isso no online.

 

Nesse processo, as pessoas vão te observar, ver o que faz, com quem anda. Serão verdadeiros stalkers. Pode ter certeza! 

 

Você pode até achar que isso é bobeira o que vou falar agora. Mas, tudo isso junto com as pessoas com as quais convive, aparece nas redes sociais, as marcas que usa, o perfil dos seus clientes, dirão muito mais sobre você e seus valores, do que imagina.

 

Por isso, meu conselho é: cuide bem do que você fala e transmite. 

 

Deixe bem claro os seus valores. Afinal, eles formam a essência da mulher empreendedora que você é e vende!

 

#6 – Defina onde quer chegar e trace um plano ao sucesso

 

Aqui as palavras são decisão, planejamento e ação! Vamos juntas?

 

Para se tornar uma mulher empreendedora, de nada vai adiantar você saber de todo esse passo a passo e não decidir o que quer e, muito menos sem traçar um caminho ao êxito.

 

A tomada de decisão será o norte da sua trajetória para que você ocupe seu lugar no mercado. 

 

Sem essa visão de onde quer chegar é I-M-P-O-S-S-Í-V-E-L!

 

E, garanto que agora as coisas estão mais claras na sua mente para que você saia em busca do que almeja. 

 

Afinal, você já entendeu onde está, tem um propósito, sabe seu nicho, aprendeu que um diferencial é muito mais que bom atendimento e vai mostrar toda a sua essência ao público.

 

Agora é o momento de finalmente colocar tudo em prática

 

Mas, primeiro: já sabe o que quer? 

 

Então, já estipule uma meta para ser alcançada e uma data para que seja concluida. Um prazo!

 

E, é essencial que você coloque TUDO no papel! Tenha um caderno para escrever cada ação que vai ter nessa caminhada.

 

Além disso, procure sempre dar uma olhada para verificar se está indo como desejo. E, se precisar, recalcule os passos e bola para frente!

 

E aí, o que achou do conteúdo?

 

Nesse artigo, ensinei 6 passos para você, mulher empreendedora, ocupar um lugar de destaque mercado de trabalho, o mínimo que precisa para colher frutos para você e o seu negócio.

 

Mas, agora é necessário que você tenha a coragem de encarar o trabalho e realizar o que for possível, até conseguir o espaço e o reconhecimento que tanto almeja!

 

E, se eu gerei valor suficiente para você, quero apresentar um novo produto que, sem dúvidas, vai fazer a diferença na sua trajetória.

 

É o Treinamento Online Autoridade para Empreendedoras

 

Nele poderá aprender a como construir coragem e confiança para trilhar um caminho de sucesso e ocupar o lugar que você, mulher empreendedora, merece no mercado.

 

E, é claro, sem deixar a sua essência de lado, sendo quem você realmente é e respeitando os seus valores de vida! 

 

Se você quer se tornar minha aluna e começar agora mesmo a sua jornada de aprendizagem, é só clicar aqui e fazer a sua matrícula.

 

Leia mais:

 

Como começar a empreender: 6 dicas práticas para você seguir

[GUIA COMPLETO] Como ter autoridade e influência na sua área de atuação

Marketing de Referência: Como fazer o seu cliente ser seu melhor vendedor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.